O explendor de um reino parte 12


Pela aliança comercial que Salomão fez com Hirão, podemos verificar que possuía a capacidade suficiente de sustentar não só o seu reino, mas também outros povos. Salomão usou o comércio com sabedoria, para não só enriquecer o seu reino, mas também para manter a paz e ainda concluir a ordem deixada por Davi, em construir o Templo. Hirão lhe daria a madeira do Líbano entregando-lhe a madeira no lugar designado por Salomão, enquanto isso receberia como pagamento trigo e azeite.
Se lermos o cap 2 de II Crônicas, teremos a ampla visão do trabalho destinado para a construção do templo. Além do comércio da madeira, Salomão pediu que Hirão lhe enviasse um homem sábio que soubesse trabalhar com ouro, prata, ferro, púrpura, e muitas outras obras. Hirão lhe enviou Hurão Abiu, um verdadeiro engenheiro, artista, especialista no trabalho de lavrar o ouro, o ferro, a prata, pedras, madeiras e muitas outras obras. Juntamente com os demais especialistas que Davi lhe tinha provido. Vemos no vs. 15 que Salomão enviou à Hirão, não só trigo e azeite, mas também cevada e vinho.
Contou Salomão os homens estranhos, ou seja, os que não eram judeus, e pelo mesmo número que seu pai Davi lhe deixara, encontrou, cento e cinqüenta e três mil e seiscentos homens, os quais pôs para trabalharem. Setenta mil carreteiros, oitenta mil cortadores na montanha, e três mil e seiscentos inspetores, para fazerem trabalhar o povo. Então a construção do Templo começou. Vemos aqui como prosperou tão rapidamente o reino de Salomão. Pois no cap. 6: I Reis conta-nos. No quarto ano do reinado de Salomão, começou a construir o templo. Quanto ao tamanho do templo podemos conhecer as suas dimensões pela equivalência das medidas atuais. Sendo que:
1 côvado equivale à 48 cm. (côvado comercial) e 56 cm para o côvado legal
1 palmo equivalente à 24 cm.

Teremos então as dimensões do templo construído por Salomão.
60 cvd. de comprimento = 33,60 mts de comprimento
20 cvd. de largura = 11,20 mts de largura
30 cvd. de altura = 16,80 mts de altura

Havia um pórtico de 20 cv de largura por 10 cv. isto aumentaria o comprimento do templo para 80 côvados ou então 44,80 mts.
Foram construídas câmaras na parte inferior, ou seja uma espécie de corredor ou galerias, que tinham 2,40 mt de largura. Estes correores estavam dispostos em três andares, e para terem acesso a eles foram construídas escadas em caracol. Uma peculiaridade que dá para perceber é que estes corredores eram construídos pelo lado externo do templo, e que foram recobertos com madeira por dentro e por fora de maneira a travarem as paredes de pedra. A casa do templo foi coberta com pranchas e tábuas de cedros. Agora uma importante observação. Podemos dizer que com o conhecimento naqueles dias, a maneira de que foi feita a construção do templo, foi uma verdadeira obra de engenharia de pré moldados. Pois assim está descrito no vr. 7 do cap 6 I reis. “E EDIFICAVA-SE A CASA COM PEDRAS PREPARADAS; COMO AS TRAZIAM SE EDIFICAVA, DE MANEIRA QUE NEM MARTELO, NEM MACHADO, NEM NENHUM OUTRO INSTRUMENTO DE FERRO SE OUVIU NA CASA QUANDO A EDIFICAVAM”.
Os pedreiros, os carpinteiros deixavam o material todo preparado, provalvelmente toda peça de pedra e madeira foi preparada com entalhes e encaixes, tudo muito bem estudado e calculado anteriormente.
Bom até aqui vimos a estrutura do templo, agora veremos a obra de acabamentos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CONSEQUÊNCIAS DO PECADO NA VIDA DO HOMEM DE DEUS

Sobre o uso do véu

Lucia Menna