O explendor de um reino parte 2

Depois de vitórias, o triste fim de Saul


Davi que era o filho menor de Jessé, um criador de ovelhas que morava nos campos de Belém.
Neste tempo Saul ainda era o rei de Israel, porém vamos expressar aqui que o reino de Israel ainda consistia nas diversas tribos espalhadas pela terra de Canaã, que conquistaram. Muitos de que foram conquistados, procuravam uma revanche, e constantemente faziam incursões militares na tentativa de destruir o povo hebreu. Ali os hebreus eram invasores diante dos olhos dos amorreus, jebuseus amonitatas, e outros. Neste tempo os Filisteus faziam a maior afronta contra o povo de Israel. E Saul se via envolto em um grande problema militar, que não teve tempo algum de administrar o reino de forma a progredi-lo. Como vemos escrito em I Samuel; 15:47- Então tomou Saul o reino sobre Israel, e pelejou contra todos os seus inimigos em redor: contra Moabe, e contra os filhos de Amon, e contra Edom e contra os reis de Zobá e contra os filisteus. Nestas guerras houveram conquistas que aumentaram as possessões dos Israelitas, mas não houve progresso algum. Os filisteus eram os mais audaciosos inimigos pois detinham a arte de fabricar armas de ferro, enquanto Israel ainda usava armas da idade do bronze. Saul não possuía uma corte, e suas forças não eram suficientemente organizadas para combaterem os filisteus e seus carros numa batalha de campo.Travava um tipo de guerrilha através da qual formou uma elite de combatentes que logo se sobressaiu da massa popular que por sua vez formaria uma classe de aristocracia distanciada do povo e que de simples guarda pretoriana tornou-se pouco a pouco uma força política ativa em Israel, especialmente nas de Judá durante suas batalhas contra os amalequitas Saul conseguiu recrutar um grande número de jovens combatentes. Por isso que todas as vezes que os filisteus se aventuravam nas montanhas eram vencidos pelos Israelitas. A vitória de Macmas teve repercussão suficiente para provocar uma deserção em massa dos cananeus, oprimidos pelos filisteus e que se refugiaram nas colinas, dando chance a que Saul pudesse manter completo controle sobre estas últimas. Estes fatos não significavam em absoluto, que ele havia reunido junto de si todos os israelitas. Ainda eram numerosos os que se opunham à monarquia e entre os que compartilhavam desta maneira de pensar, Samuel não era dos menos importantes. Sua desavença com Saul, relatada com benevolência na Bíblia, é característica do estado de espírito que reinava naquela época dentro das tribos. Saul, ao envelhecer, parece ter ficado com um temperamento muito instável, tendo ciúmes dos feitos de seus oficiais, como Abner ou então Davi. Como explica a bíblia, um espírito mau da parte do senhor atormentava Saul, e Davi, o pequeno pastor de ovelhas, era chamado para tocar a sua harpa diante do rei, para acalma-lo, então quando o espírito mau saía de Saul. Nestas alturas Davi já havia sido ungido rei, por Samuel. E diante duma afronta feita pelos filisteus, que estavam abaixo das colinas, instigavam os israelitas a que descessem no vale para batalha, pois em campo aberto certamente os filisteus com seus carros e cavalos seriam mais fortes então venceriam os israelitas. Porém um homem de grande estatura, como nos mostra a bíblia, chamado Golias provocava os soldados, todos os dias para que se houvesse alguém que o enfrentasse. Até que apareceu Davi, e com sua funda, derrotou o gigante, pelo que isto criou um encorajamento aos soldados israelitas, que perseguiram os filisteus que fugiram diante deles desde Gate até as portas de Ecron. Mais tarde numa batalha, depois do episódio de Saul enciumado perseguiu Davi para lhe tirar a vida, Saul foi derrotado durante uma investida contra os filisteus. Procurando reconquistar o seu prestígio diante do povo, atacou os filisteus perto de Giboá, e tombaram mortos seus filhos, Jonatas, Abinadabe e Malquisua. Saul para não cair nas mãos dos filisteus que certamente não o matariam de vez mas sim o torturariam, decidiu então e suicidou-se lançando-se contra sua própria espada. E vendo todos os israelitas que moravam em Gilboá desampararam as cidades e fugiram, então os filisteus as tomaram e as habitaram, inclusive tomando todos os seus despojos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CONSEQUÊNCIAS DO PECADO NA VIDA DO HOMEM DE DEUS

Sobre o uso do véu

Lucia Menna