QUEM TEM OUVIDOS, OUÇA!

Apocalipse cap 3:
13 Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.
14 Ao anjo da igreja em Laodicéia escreve: Estas coisas diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus:15 Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente. Quem dera fosses frio ou quente!16 Assim, porque és morno e nem és quente nem frio, estou a ponto de vomitar-te da minha boca;17 pois dizes: Estou rico e abastado e não preciso de coisa alguma, e nem sabes que tu és infeliz, sim, miserável, pobre, cego e nu.18 Aconselho-te que de mim compres ouro refinado pelo fogo para te enriqueceres, vestiduras brancas para te vestires, a fim de que não seja manifesta a vergonha da tua nudez, e colírio para ungires os olhos, a fim de que vejas.19 Eu repreendo e disciplino a quantos amo. Sê, pois, zeloso e arrepende-te.20 Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo.21 Ao vencedor, dar-lhe-ei sentar-se comigo no meu trono, assim como também eu venci e me sentei com meu Pai no seu trono.22 Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.

O Amém, a Testemunha fiél, o princípio da criação de Deus, sem dúvida alguma é os Senhor Jesus, e não precisamos ir muito além para comprovarmos isto, pois lemos no próprio capítulo logo a frente no vs. 21 - Ao vencedor, dar-lhe-ei sentar-se comigo no meu trono, assim como também Eu venci e Me assentei com meu Pai no seu trono..  Mas o que podemos tirar de ensinamentos deste trecho do Apocalipse?
A princípio o Senhor adverte a sua igreja, o próprio Jesus, agora assentado no trono junto ao seu Pai, chamando a sua atenção de que Ele, o Senhor Jesus, não está desatento em relação a sua igreja na terra. O Senhor conhece a sua igreja, a cada tempo ou época, no passado e também hoje. A igreja de Laodicéia foi advertida pelo seu comportamento, por ser uma igreja morna, nem fria nem quente. Uma igreja que estava tendo praticamente uma vida dupla, sem buscar o principal. Lembramos neste momento de que Jesus ao visitar a casa de Lázaro, foi recebido por Maria e Marta, e dentre estas duas mulheres Maria assentou-se próximo do Senhor e prestava atenção aos seus ensinos, enquanto Marta corria de um lado para o outro na casa, cuidando dos afazeres, e queria que Maria a acompanhasse. Podemos pensar que Marta estava fazendo aquilo por ser hospitaleira, e queria mostrar boa impressão em como bem servir aos visitantes. Logo foi repreendida por Jesus, pois disse-lhe; Porque te fadigas com tantas coisas Marta? Uma só é necessária e Maria escolheu a boa parte a qual não lhe será tirada. Então nestas linhas escritas para a igreja de Laodicéia, podemos dizer que o Senhor está procurando chamar a atenção da igreja para que lembre-se de que uma ó coisa é necessária.  A igreja em Laodicéia estava seguindo o rítimo da cidade.

--Laodicéia fica no principal cruzamento de estradas dos vales da Ásia Menor, no que é hoje a Turquia. A cidade estava situada numa montanha que dava para um vale fértil e majestosas montanhas. Nos tempos romanos, a cidade era um importante centro de administração e comércio. As questões de justiça da região eram ouvidas em Laodicéia e fundos eram depositados nos bancos da cidade para segurança. Embora danificada por terremotos durante o reino de Augusto (27 a.C. - 14 d.C.) e novamente em 60 d.C, a cidade continuou reconstruindo e prosperando.

O nome Laodicéia (grego Laodikiâi) é significativo, pois se traduz como “só povo” ou “povo reinante”.
E quanto povo de Laodicéia existe nos dias de hoje, isto dizendo no melhor sentido da fé. Quantos que hoje estão preocupados mais com as aparências, com suas riquesas, com a fama, com a glória de uma denominação evangélica e esquecendo-se do principal, a melhor parte que não lhe será tirada.
Temos hoje que atentarmos bem para esta mensagem escrita neste capítulos, pois algo escrito a quase dois mil anos atrás, retrata exatamente a vida de muitos cristãos nos dias de hoje.
Não podemos nos esquecer de que o Senhor está sentado no seu trono, e ele reina sobre todos nós, somos participantes do seu reino, e de maneira alguma podemos nos rebelar contra os seus mandamentos. Ora o Senhor nos promete algo inusitado, algo que governante algum, nesta terra se dispõe em pometer para seus governados. "AO VENCEDOR DAR-LHE-EI ASSENTAR-SE COMIGO NO MEU TRONO.
Mas para alcançarmos este privilégio o Senhor nos adverte e nos ensina em como devemos nos comportar no seu Reino.
Aconselho-te que de mim compres ouro refinado pelo fogo para te enriqueceres, vestiduras brancas para te vestires, a fim de que não seja manifesta a vergonha da tua nudez, e colírio para ungires os olhos, a fim de que vejas.
Onde podemos adquirir as vestes brancas, o ouro refinado, e nos enriquecermos? Dentro da Palavra de Deus temos toda a riqueza que nossa alma necessita, busquemos então as riquezas celestiais, purifiquemo-nos pois, buscando constantemente a misericórdia do Senhor, confessando nossos pecados, nossos erros, nossas fragilidades, e nos humilhemos diante do Senhor, para que ele o Senhor no exalte diante do mundo no dia de sua volta que muito próxima está.
Aquele que está levando a Palavra de Deus como se fosse algo apenas oportuno, passageiro, e que não se dedica em guardar os mandamentos do Senhor dentro de seu coração, este certamente não é crente nem descrente, é de meio termo, toma pois o cuidado, haverá a hora em que não mais encontrará lugar no reino do Senhor.
Não se pode enganar o Senhor, Ele tudo sabe, tudo vê, e não haverá desculpa para aquele que conhecendo a Sua Lei, for achado em falta. Assim, porque és morno e nem és quente nem frio, estou a ponto de vomitar-te da minha boca.  
Ainda hoje há oportunidade a todos, o Senhor não desampara o seu povo, assim como à Israel o Senhor Deus sempre repreendeu, puniu, mas deu sempre uma chance de se redimir, de voltar-se para o Senhor.
Este é o tempo oportuno. dis o Senhor.
"Eu repreendo e disciplino a todos quantos amo. Sê, pois, zeloso e arrepende-te. Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo".
Todos precisamos do Senhor bem perto de nós, na realidade o Senhor não se afasta de seu povo, sempre somos nós que nos afastamos do Senhor, através de as nossas ações, nosso comportamento. Mas se todos nos amarmos com o verdadeiro amor, o amor incondicional, certamente, não nos deixaremos envolver por este mundo de ilusão e vaidade. Que sejamos dignos de recebermos das mãos do justo Juiz a corôa de glória que nos está proposta desde a fundação do mundo. Amém.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CONSEQUÊNCIAS DO PECADO NA VIDA DO HOMEM DE DEUS

Sobre o uso do véu

Lucia Menna