sábado, 1 de maio de 2010

DEUS REINA!? parte II

Saul, apesar de ter sido escolhido por Deus. para reinar em Israel, errou. Desobedecendo a vóz do Senhor. Com isto, Deus decidiu que a sequencia do reinado em Israel, não seria continuada pela casa de Saul. Então o Senhor mandou o profeta Samuel ungir outro rei. O Senhor enviou a Samuel até para ungir um novo rei.
I Samuel cap 16:1 -Então disse o SENHOR a Samuel: Até quando terás dó de Saul, havendo-o eu rejeitado, para que não reine sobre Israel? Enche um chifre de azeite, e vem, enviar-te-ei a Jessé o belemita; porque dentre os seus filhos me tenho provido de um rei.
O homem é totalmente falho, mesmo que seja ungido do Senhor, está sujeito ao erro, e pode ser drásticamente rejeitado pelo Senhor, se não depositar totalmente a sua confiança só no Senhor. O que podemos aprender com isto? Aprendemos que nenhum homem, qualquer que seja está livre do pecado, ou livre para fazer o que bem entender.
Aprendemos também que o homem, que não der ouvidos à Palavra do Senhor, não será jamais abençoado. Deus é justo, porém misericordioso. Quando Deus quer mostrar a um povo que é Ele quem reina, Ele toma o homem como uma ferramenta para mostrar o seu propósito. E foi assim que o senhor tomou Saul, para mostrar que o povo de Israel estava errado por rejeitar ao senhor como seu Rei. Porém Deus não abandona o seu povo, pois Deus é cumpridor de suas promessas, passe o tempo que passar. Agora o senhor escolhe um homem segundo o Seu coração. Davi, aquele pastor de ovelhas que não era lá em sua casa muito considerado, ou respeitado. Vejamos que ele até mesmo era esquecido por seus familiares. Quando Samuel viu passar diante dele todos os filhos de Jessé, e o Senhor lhe dizia que nenhum daqueles seria rei em Israel, Samuel então perguntou a Jessé. -Não tem nenhum outro filho?
Diante da pergunta então Jessé não pode esquecer, pois o seu filho Davi, fôra esquecido, e não estava entre eles.
Até parece cômica a maneira que está descrito aquele acontecimento.
Vejamos:
Fez, pois, Samuel o que dissera o SENHOR, e veio a Belém; então os anciãos da cidade saíram ao encontro, tremendo, e disseram: De paz é a tua vinda?



5 E disse ele: É de paz, vim sacrificar ao SENHOR; santificai-vos, e vinde comigo ao sacrifício. E santificou ele a Jessé e a seus filhos, e os convidou ao sacrifício.


6 E sucedeu que, entrando eles, viu a Eliabe, e disse: Certamente está perante o SENHOR o seu ungido.


7 Porém o SENHOR disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a grandeza da sua estatura, porque o tenho rejeitado; porque o SENHOR não vê como vê o homem, pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém o SENHOR olha para o coração.


8 Então chamou Jessé a Abinadabe, e o fez passar diante de Samuel, o qual disse: Nem a este tem escolhido o SENHOR.


9 Então Jessé fez passar a Sama; porém disse: Tampouco a este tem escolhido o SENHOR.


10 Assim fez passar Jessé a seus sete filhos diante de Samuel; porém Samuel disse a Jessé: O SENHOR não tem escolhido a estes.


 Imaginemos a ansiedade de Jessé, passando os seus filhos, um após o outro diante de Samuel, e ouvir ali mesmo
o profeta dizer. O Senhor não tem escolhido a este. Eram certamente os filhos que Jessé imaginava que poderiam ter as qualidades para ser rei em Israel. Posso até mesmo imaginar a cara de decepção de Jessé.
Mas é assim mesmo, o homem vê a aparência, mas Deus vê o coração.

Disse mais Samuel a Jessé: Acabaram-se os moços? E disse: Ainda falta o menor, que está apascentando as ovelhas. Disse, pois, Samuel a Jessé: Manda chamá-lo, porquanto não nos assentaremos até que ele venha aqui.



12 Então mandou chamá-lo e fê-lo entrar (e era ruivo e formoso de semblante e de boa presença); e disse o SENHOR: Levanta-te, e unge-o, porque é este mesmo.

Assim Samuel ungiu Davi, o filho menos de Jessé, diante de seu pai e seus irmãos. Depois disto Samuel se foi. Mas Davi foi ungido, não deveria ele então logo tomar posse do reino? Mas tudo tem o seu tempo determinado por Deus. Não era hora. Talvez os irmãos de Davi e até mesmo Jessé, acharam estranho o profeta ungir o menor de todos eles. Poderiam até mesmo dizer, é coisa de um profeta velho, noentanto nada comentaram, pois um profeta em Israel, principalmente se fosse bem velho era muito respeitado. E já desde o princípio Jessé demonstrava que era fiel ao Deus de Israel. Certamente apenas guardou em seu coração toda aquela cena, e lá na frente, mais tarde apesar de vermos que Jessé sai fora do cenário na história contada sobre o reinado de Davi.
Nesta história vemos claramente o Senhor Deus de Israel trabalhar, de forma meticulosa e sem pressa. Davi foi ungido, agora o Espírito do Senhor se afastara de Saul. E por má sorte de Saul apoderou-se dele um espírito mau, que o atormentava.
Quão difícil é a vida do homem que deixa do Senhor Deus, sua vida nada vale, sua vida se transforma em trevas, desolação, angustia, tormento e por fim a morte.
É o que aconteceu com Saul. Mas em tudo isto era a mão do Senhor trabalhando para em algum momento permitir que Davi subisse no trono de Israel.
Há um frase muito usada no meio evangélico que através desta história nós podemos entender que é uma frase, ou ditado popular que realmente está certo. "DEUS NÃO ESCOLHE OS CAPACITADOS, CAPACITA OS ESCOLHIDOS". 
Não fois isto que aconteceu com Davi? Deus primeiro o escolheu, mandou Samuel ungi-lo, e depois o capacitou para ser rei sobre Israel.
Saul nem se quer sabia da exisência de Davi. Era preciso então que alguma coisa acontesesse para que Deus colocasse Davi, mais próximo do trono de Israel.
E o Espírito do SENHOR se retirou de Saul, e atormentava-o um espírito mau da parte do SENHOR.


15 Então os criados de Saul lhe disseram: Eis que agora o espírito mau da parte de Deus te atormenta;


16 Diga, pois, nosso senhor a seus servos, que estão na tua presença, que busquem um homem que saiba tocar harpa, e será que, quando o espírito mau da parte de Deus vier sobre ti, então ele tocará com a sua mão, e te acharás melhor.


17 Então disse Saul aos seus servos: Buscai-me, pois, um homem que toque bem, e trazei-mo.
Quem colocou as palavras na boca daqueles criados de Saul? Não vemos aí a mão do Senhor trabalhando? Certamente que sim. Quando Deus trabalha em algum empreendimento, na vida de alguém, ou de um povo, todas as coisas são resolvidas ao seu tempo. Nada há que venha impedir o operar de Deus, e daqui por diante veremos Deus operando, tramando, trabalhando, manipulando tudo e todos, para que o Seu desejo se cumpra.

Quando tudo está nas mãos de Deus, nada impede o seu operar. Tudo tem o seu tempo, e o que Deus determinar pela sua Palavra, ninguém irá impedir o seu operar.
Passe o temo que passar Deus Reina!

Parte III

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários de anônimos não são aceitos somente identificados