quarta-feira, 5 de maio de 2010

DEUS REINA!? parte V

I Samuel cap 18:
6 Sucedeu, porém, que, vindo eles, quando Davi voltava de ferir os filisteus, as mulheres de todas as cidades de Israel saíram ao encontro do rei Saul, cantando e dançando, com adufes, com alegria, e com instrumentos de música.


7 E as mulheres dançando e cantando se respondiam umas às outras, dizendo: Saul feriu os seus milhares, porém, Davi os seus dez milhares.


8 Então Saul se indignou muito, e aquela palavra pareceu mal aos seus olhos, e disse: Dez milhares deram a Davi, e a mim somente milhares; na verdade, que lhe falta, senão só o reino?


9 E, desde aquele dia em diante, Saul tinha Davi em suspeita.


10 E aconteceu no outro dia, que o mau espírito da parte de Deus se apoderou de Saul, e profetizava no meio da casa; e Davi tocava a harpa com a sua mão, como nos outros dias; Saul, porém, tinha na mão uma lança.


11 E Saul atirou com a lança, dizendo: Encravarei a Davi na parede. Porém Davi se desviou dele por duas vezes.


12 E temia Saul a Davi, porque o SENHOR era com ele e se tinha retirado de Saul.


13 Por isso Saul o desviou de si, e o pós por capitão de mil; e saía e entrava diante do povo.


14 E Davi se conduzia com prudência em todos os seus caminhos, e o SENHOR era com ele.


15 Vendo então Saul que tão prudentemente se conduzia, tinha receio dele.


16 Porém todo o Israel e Judá amava a Davi, porquanto saía e entrava diante deles.


17 Por isso Saul disse a Davi: Eis que Merabe, minha filha mais velha, te darei por mulher; sê-me somente filho valoroso, e guerreia as guerras do SENHOR; porque Saul dizia consigo: Não seja contra ele a minha mão, mas sim a dos filisteus.
 
Saul começou a temer que Davi tomasse o seu trono. Por isso começou a sentir-se ameaçado. O Senhor era com Davi, em suas lutas, nomeio do exército, a ponto de que Israel amava Davi. Davi vivia entre o povo, conhecia as suas necessidades, sabia como se conduzir, mas não estava fazendo isto para tomar o trono de Saul. Davi sabia que o Senhor o escolhera para reinar em lugar de Saul, mas não tinha pressa, não pretendia fazer com que as coisas andassem rápidamente. Nada fazia por sua própria vontade, deixava que as coisas tomassem o curso natural, o curso que o Senhor Deus de Israel, determinara. Pois muitas vezes o homem quer apressar a obra de Deus, e acaba por retardar a conclusão de uma obra ou até mesmo impedir que esta obra se realize. A falta de paciencia faz com que uma obra em projeto, acabe por ficar apenas no projeto, sem ter o seu início e sem ter conclusão.
Mas quando deixamos Deus, trabalhar de acordo com o seu querer, com o tempo que Deus quer, devemos também aguardar tudo com paciencia. ~De nada serve querermos colocar um telhado numa construção que ainda nem mesmo foram erguidas as paredes. O tempo não importa, mas sim sabermos que uma obra projetada por Deus, terá o seu cumprimento. 
 
Saul tomado pelo espírito mau, atira uma lança conta Davi. Vemos que sempre que Deus tem uma obra preparada na vida de alguém, o inimigo começa a tramar contra este alguém. A inveja já tomava conta de Saul, então ele elaborou um plano. Prometeu sua filha mais velha à Davi, se Davi lutasse por ele na guerra contra os filisteus. Claro está que Saul consigo mesmo imaginava, que, na guerra haveria muita chance de Davi cair morto, do que pela sua própria mão. Mais tarde Davi acaba por ter este mesmo pensamento, quando manda Urias para a frente de batalha. - Falaremos mais tarde deste episódio.
Passou-se o tempo e Davi lutou contra os filisteus, e Saul não lhe deu por mulher sua filha mais velha. Podemos dizer que ele enganou Davi, pois dera sua filha por mulher de outro, certamente enquanto Davi estava no campo de batalha, achava que a qualquer momento receberia a notícia de que Davi morrera. Imaginemos Saul fazendo um festa de casamento de sua filha prometida à Davi, enquanto que Davi estava na batalha.
Certamente a batalha havia terminada, talvez houve uma trégua entre os dois exércitos. Davi voltara para casa. Saul então antes de ser cobrado por Davi, logo lhe ofereceu Milca, sua filha mais nova. Estava Saul novamente tramando algo contra Davi. Pretendia Saul novamente enganar Davi? Certamente Saul esperava novamente enviando Davi à guerra, lanço um desafio a Davi. 
 
 20 Mas Mical, a outra filha de Saul amava a Davi; o que, sendo anunciado a Saul, pareceu isto bom aos seus olhos.



21 E Saul disse: Eu lha darei, para que lhe sirva de laço, e para que a mão dos filisteus venha a ser contra ele. Pelo que Saul disse a Davi: Com a outra serás hoje meu genro.


22 E Saul deu ordem aos seus servos: Falai em segredo a Davi, dizendo: Eis que o rei te está mui afeiçoado, e todos os seus servos te amam; agora, pois, consente em ser genro do rei.


23 E os servos de Saul falaram todas estas palavras aos ouvidos de Davi. Então disse Davi: Parece-vos pouco aos vossos olhos ser genro do rei, sendo eu homem pobre e desprezível?


24 E os servos de Saul lhe anunciaram isto, dizendo: Foram tais as palavras que falou Davi.


25 Então disse Saul: Assim direis a Davi: O rei não tem necessidade de dote, senão de cem prepúcios de filisteus, para se tomar vingança dos inimigos do rei. Porquanto Saul tentava fazer cair a Davi pela mão dos filisteus.


26 E anunciaram os seus servos estas palavras a Davi, e este negócio pareceu bem aos olhos de Davi, de que fosse genro do rei; porém ainda os dias não se haviam cumprido.

Mais esta vez Saul procurava se livrar de Davi. Não apenas tornou-se um homem, covarde, mas mesquinho e cruel. Na proposta feita a Davi de que ele deveria trazer ao rei 100 prepúcios de filisteus, como se fosse uma vingança, certamente Davi percebera o que Saul pretendia.
Mas de que adianta um homem fazer projetos contra o projeto do Senhor?
Não sabia Saul que o Deus de Israel é quem reina em Israel?
Não sabia Saul, de que ele era apenas um instrumento nas mãos de Deus?
Saul não tinha mais temor do Senhor, queria a todo custo manter o seu trono, e sabia, percebia, previa que o Senhor já estava preparando Davi para reinar em seu lugar. Saul sabia que as palavras ditas pelo profeta Samuel seriam cumpridas. Saul não estava fugindo das mãos do Senhor, mas estava tentando impedir o Senhor em cumprir a sua Palavra. Operando Deus quem impedirá?
 
Então Davi se levantou, e partiu com os seus homens, e feriu dentre os filisteus duzentos homens, e Davi trouxe os seus prepúcios, e os entregou todos ao rei, para que fosse genro do rei; então Saul lhe deu por mulher a sua filha.



28 E viu Saul, e notou que o SENHOR era com Davi; e Mical, filha de Saul, o amava.


29 Então Saul temeu muito mais a Davi; e Saul foi todos os seus dias inimigo de Davi.


30 E, saindo os príncipes dos filisteus à campanha, sucedia que Davi se conduzia com mais êxito do que todos os servos de Saul; portanto o seu nome era muito estimado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários de anônimos não são aceitos somente identificados