quarta-feira, 29 de outubro de 2008

O avivamento da rua azuza

Um grande movimento pentecostal ocorrido no fim do século XIX, é o que seria o início de um grande avivamento. Assim ficou conhecido O avivamento da Rua Azuza. Em 1905, um grupo de afro-americanos foram expulsos da Segunda Igreja Batista de Los Angeles. Após isso, começaram a ser reunir em uma casa, na rua Bonnie Brae, onde os sinais de avivamento e manifestações espirituais começaram a juntar um crescente número de participantes. A notícia que uma mensagem estava impactando a vida das pessoas se espalhou rapidamente pela cidade de Los Angeles, fazendo com que as pessoas superlotassem a casa da rua Bonnie Brae. A necessidade de mudança foi evidente e eles tiveram que se mudar para um prédio desocupado da rua Azuza, número 312. O primeiro culto aconteceu no dia 14 de abril de 1906. O líder desse grupo foi William Joseph Seymour, um ex-filho de escravos. O avivamento da rua Azuza durou de 1906 a 1913, e lançou um novo movimento no pentecostalismo mundial. O principal acontecimento dentro desse avivamento foi o batismo com o Espírito Santo nos quais as pessoas falavam em línguas estranhas. Por três anos seguidos, o avivamento continuou 24 horas por dia, sete dias por semana, com uma participação de até 1000 pessoas, que chegavam de várias partes do mundo. Os relatos informam que as pessoas recebiam oo batismo no Espírito Santo, antes mesmo de chegarem ao prédio. Mais adiante, o grupo se denominou Missão Fé Apostólica da Rua Azuza. Rapidamente, grupos semelhantes foram formados pelos Estados Unidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários de anônimos não são aceitos somente identificados